Contas suíças de Ricardo Salgado arrestadas

Decisão das autoridades suíças acontece quando o ex-líder do BES já tinha as contas arrestadas em Portugal

As contas bancárias de Ricardo Salgado na Suíça terão sido arrestadas pelas autoridades. Em causa estará o processo que tem Tomás Correia, atual presidente da Associação Mutualista Montepio, como arguido, refere o Expresso.

O Ministério Público suíço arrestou as contas do ex-líder do Grupo Espírito Santo no banco UBS. Apesar de não ser arguido neste processo, Ricardo Salgado viu as suas contas apreendidas judicialmente, na sequência de uma carta rogatória da Procuradoria Geral da República (PGR), em que identificada o ex-homem forte do BES como suspeito de corrupção, burla qualifciada, abuso de confiança e branqueamento de capitais.

O processo em que Tomás Correia é arguido investiga um alegado pagamento de 1,5 milhões de euros feito ao banqueiro pelo empreiteiro José Guilherme, que por sua vez terá pagado 14 milhões a Ricardo Salgado.

As contas portuguesas de Ricardo Salgado já se encontravam arrestadas. Atualmente o antigo banqueiro é arguido em quatro processos: Monte Branco, GES, Operação Marquês e, desde esta sexta-feira, o "caso EDP".

Exclusivos