Cogumelos de primavera têm potencial económico

A associação "A Pantorra" promove um encontro micológico de primavera no Planalto Mirandês para realçar o potencial das mais diversas espécies de cogumelos, de forma a promover a sua utilização gastronómica, mas sempre com os "devidos cuidados".

"Nesta altura do ano, aparecem diversas espécies de cogumelos. Não aparecem em quantidades como no outono, mas vão surgindo espécies emblemáticas como as pantorras", disse hoje à Lusa o micólogo e presidente de "A Pantora", Manuel Moredo.

O encontro micológico engloba saídas de campo programadas para o fim de semana de 05 e 06 de abril, que vão decorrer na região do Planalto Mirandês.

As pantorras são das espécies de cogumelos mais procuradas, já que o seu potencial gastronómico é muito apreciado.

"Trata-se de um cogumelo tóxico que tem de ser degustado em pequenas quantidades, mas não é mortal. E daí advém o termo 'empanturrado', devido a sua toxina", explicou o especialista.

"É preciso ter alguns cuidados quando se encontram e confecionam pantorras. No entanto, a toxina do cogumelo é diluída com duas ou três lavagens com água quente", sublinhou.

Este tipo de fungos já começaram a aparecer nos campos e matas, nas zonas mais quentes da região transmontana. Nas zonas mais frias, o aparecimento dos cogumelos de primavera deverá demorar mais uns dias.

Em termos comerciais, as pantorras podem atingir valores "interessantes", já que um quilo de pantorras secas equivale a 10 quilos de pantorras frescas e seu valor comercial pode chegar aos 250 euros/quilo. Por seu lado, um quilo de pantorras frescas ronda os 20 euros.

Apesar do valor económico dos fungos, em Portugal ainda não há legislação que regulamente o setor e esse "vazio legal" não permite a "certificação" das mais variadas espécies para que se tornem numa mais-valia.

Pantorras, cantarelos (também conhecidos por 'rapazinhos'), boletos, 'amanita ponderos', são, nesta altura do ano, dos fungos mais procurados pelos apreciadores na região do interior norte.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG