Circulação rodoviária na Guarda regressa à normalidade

A situação rodoviária começa a ficar normalizada na Guarda, embora os serviços municipais de proteção civil ainda estejam ainda em trabalhos de limpeza em algumas ruas mais íngremes e estreitas do centro da cidade.

"A temperatura subiu e o gelo derreteu. A situação começa a estar normalizada", disse Eduardo Matas, comandante do serviço municipal de proteção civil.

Segundo o responsável, pelas 11:00, apenas se verificavam alguns constrangimentos nas ruas mais estreitas e íngremes e "em sítios pontuais, onde não houve possibilidade de intervir" com o lançamento de sal-gema para derreter a neve e o gelo.

Com a formação de gelo, ao princípio da manhã de hoje verificaram-se complicações no trânsito, com viaturas que ficaram atravessadas nas vias, mas sem acidentes.

O comandante da proteção civil municipal lembrou que, devido ao gelo, os transportes urbanos estiveram suspensos "cerca de 45 minutos", tendo depois regressado à normalidade.

O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda emitiu um comunicado, no qual assinala que devido à neve estão suspensas as aulas nos estabelecimentos de ensino dos municípios de Aguiar da Beira, Meda e Trancoso.

O CDOS alerta os condutores para estarem atentos ao piso rodoviário escorregadio e eventualmente com gelo e a "fenómenos geomorfológicos causados pela instabilidade de vertentes associados à saturação dos solos, por perda da sua consistência".

Aos condutores, recomenda medidas de autoproteção, nomeadamente a adoção de "uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de gelo e acumulação de neve".

O transporte e colocação na viatura de correntes de neve sempre que o condutor transitar ou viajar em áreas atingidas pela ocorrência de queda de neve e estar atento às informações da meteorologia que são difundidas pelos órgãos de comunicação social e às indicações da proteção civil e forças de segurança, nomeadamente no que diz respeito a eventuais cortes de estradas e vias alternativas, são outras das mensagens.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG