Cinco hospitais no Congo

A Engimov está na República do Congo desde 2012, tendo acabado o ano passado de construir 20 unidades industriais em Mandiele, cerca de 100 mil m2 de construção.

Este ano iniciaram a construção de cinco hospitais, unidades hoteleiras e de restauração, concessionários de automóveis e várias moradias. Têm 113 portugueses e 800 congoleses no país.

Registam três acidentes de trabalho desde o início da atividade, onde a administração sublinha ter "cumprido o protocolo estabelecido por qualquer acidente de trabalho". Foram evacuados dois trabalhadores e em momentos diferentes, "um vítima de acidente de trabalho e um outro em estado avançado de paludismo".

A empresa justifica a internacionalização como "uma parte importante da estratégia de consolidação", estando também em Angola, Cabo Verde, Espanha, França, São Tomé e Príncipe e Suíça

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG