Cinco distritos em alerta amarelo devido a chuva forte

Cinco distritos de Portugal continental estão hoje sob aviso amarelo e a Madeira sob aviso vermelho devido à previsão de períodos de chuva forte, segundo o Instituto de Meteorologia (IM).

Segundo o IM, estão em alerta amarelo, o segundo menos grave numa escala de quatro, os distritos de Aveiro, Viseu, Coimbra, Leiria e Castelo Branco.

O Instituto de Meteorologia prevê para hoje para as regiões norte e centro céu geralmente muito nublado, com períodos de chuva, por vezes forte, até ao início da tarde.

O vento soprará fraco (inferior a 15 quilómetros/hora), soprando moderado (15 a 30 km/h) de norte no litoral, e sendo moderado a forte (25 a 40 km/h) de sudoeste nas terras altas.

Para a região sul do país, o IM prevê céu geralmente muito nublado, com períodos de chuva, em especial a norte do Baixo Alentejo.

A chuva será por vezes forte no litoral a norte de Sines e no Alto Alentejo até ao final da manhã, passando a regime de aguaceiros, pouco frequentes, a partir do final da tarde.

O vento estará em geral fraco a moderado (10 a 25 km/h) de quadrante sul, soprando moderado a forte (25 a 40 km/h) nas terras altas, tornando-se gradualmente do quadrante norte a partir do final da tarde.

As temperaturas máximas previstas são de 17.º graus centígrados em Lisboa, 15.º no Porto e 20.º em Faro.

No Arquipélago da Madeira, as previsões apontam para céu geralmente muito nublado, com chuva por vezes forte e persistente, em especial durante a tarde, havendo condições favoráveis à ocorrência de trovoada.

O vento soprará moderado a forte (30 a 45 km/h) do quadrante sul, com rajadas da ordem dos 75 km/h, soprando temporariamente forte (45 a 55 km/h) com rajadas que poderão atingir os 90km/h, rodando para leste no final do dia, sendo que nas zonas altas poderão atingir os 120 km/h, em especial a partir da tarde, rodando para leste no final do dia.

Nos Açores, prevê-se para os grupos Ocidental e Central períodos de céu muito nublado com abertas e para o grupo Oriental aguaceiros fracos e pouco frequentes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG