Cinco casos no Urban Beach

A PSP registou durante este ano 38 queixas só na Urban. O DN solicitou dados sobre os anos anteriores, mas não obteve resposta.

Jovem de 20 anos hospitalizada

A 25 de agosto, um grupo de 15 jovens alegou ter sido agredido por vários seguranças da Urban Beach. Uma jovem de 20 anos chegou a ser levada de ambulância para o Hospital de São José. Tudo terá acontecido durante uma despedida de solteiro em que o noivo terá sido agredido por ser exuberante a dançar.

Afro-americano agredido à entrada

A 12 de agosto, Ruben, afro-americano, ouviu o porteiro da Urban pedir-lhe 250 euros para entrar. Aos seus amigos, brancos, não foi pedido esse valor. O grupo acusou o porteiro de racismo e houve discussão. Ruben e os amigos foram agredidos pelos seguranças com murros e pontapés

Nelson Évora denuncia racismo

Há três anos, o atleta olímpico Nelson Évora escrevia no Facebook: "Na noite de 19 de abril, os meus amigos fizeram--me uma surpresa e levaram-me" à Urban Beach. "Éramos 16 pessoas com mesas pré-reservadas e não é que somos surpreendidos pelos responsáveis. Porquê? Demasiados pretos no grupo!"

Judoca Pedro Soares detido

O antigo judoca do Sporting Pedro Soares foi detido em outubro de 2014 pela PSP na Urban Beach, onde trabalhava então como segurança, por ter sido detetado pela polícia ao serviço na posse de uma arma ilegal, de calibre proibido, contou o Correio da Manhã. Não houve resistência do judoca.

Desapareceu à saída da discoteca

João Medeiros, 24 anos, açoriano, desapareceu na madrugada de 7 de fevereiro de 2013, depois de ter saído sozinho da discoteca Urban Beach, às 04.13. A PJ ordenou buscas no rio Tejo, mas o corpo nunca foi encontrado. Também surgiu a teoria de elementos de extrema-direita terem assaltado e matado o jovem.

Exclusivos