Tribunal inicia julgamento de suspeito de homicídio

O Tribunal de Leiria inicia hoje o julgamento de um homem suspeito de ter matado, há cerca de seis anos, o ex-marido da mulher com quem vivia.

Segundo a acusação, o acusado, natural de Pombal, terá matado o ex-marido da mulher em Rego de Água, Marrazes, concelho de Leiria, e enterrado o cadáver numa zona de pinhal entre Pataias e Alpedriz, concelho de Alcobaça.

O Ministério Público (MP) considera prescritos os crimes de profanação de cadáver e detenção de arma proibida. De acordo com o despacho de acusação, em agosto de 2005, o suspeito "desentendeu-se com a sua mulher (...), pelo que foi dormir a casa dos seus pais", em Alpedriz.

No dia seguinte tentou contactar a mulher, "para tentar reconciliar-se com ela", mas esta "nunca atendeu o telefone". Munido da chave do apartamento que ambos habitavam, entrou e ter-se-á deparado com a companheira e o ex-marido desta.

O MP sustenta que o acusado de homicídio "tinha conhecimento" de que "estes mantinham encontros amorosos". Quase seis anos depois, a viver na Suíça, o suspeito efetuou diversos telefonemas para Portugal, tanto para as autoridades, como para familiares da vítima, confessando a autoria do homicídio.

O arguido, que se encontra em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional Regional de Leiria, acabaria por se entregar em janeiro de 2011.

O julgamento tem início marcado para as 9.00, no Tribunal Judicial de Leiria.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG