Reitores dos santuários em Fátima a partir de 2.ª-feira

O VIII Encontro dos Reitores dos Santuários, sob o tema "Como visitar uma Igreja -- Interpretar e comunicar o património religioso", realiza-se na segunda e na terça-feira, em Fátima.

Na iniciativa, que decorre nas instalações do Santuário de Fátima, estão já inscritas cerca de 70 pessoas, disse à agência Lusa o presidente da Associação dos Reitores dos Santuários de Portugal, Sezinando Alberto, associação que organiza o encontro em parceria com o Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja.

O responsável, reitor do Santuário de Cristo Rei, em Almada, afirmou que "existem muitas pessoas que visitam os santuários e, às vezes, desconhecem o nome das coisas".

"Porque é que está naquele local a pia batismal ou o altar?", exemplificou, considerando que um dos desafios que se coloca aos responsáveis por estes espaços de culto é ajudar quem os visita a compreender os templos.

Por outro lado, referiu o responsável, quem escolhe visitar os santuários deve ter determinada postura.

"Por isso, o tema do encontro serve para quem vai aos santuários e para quem acolhe", referiu.

O maior desafio dos santuários, contudo, é a evangelização, observou o sacerdote.

"Como os santuários são da Igreja e a sua principal missão é falar de Jesus Cristo, o desafio é fazer com que as pessoas, neste mundo com tantos problemas, possam encontrar nos santuários a presença de Deus", declarou.

O encontro começa na tarde de segunda-feira, dia em que se abordará o inventário dos santuários e os projetos em curso, como guias e roteiros.

À noite está prevista a assembleia-geral da associação, reservada a reitores e representantes dos santuários.

Fruir, conhecer e comunicar o património religioso são os três painéis temáticos previstos para este dia.

Segundo o presidente da associação, existem atualmente 162 santuários no país, alguns com visibilidade nacional, como o Cristo Rei, Fátima, Vila Viçosa ou Nazaré, apontou.

"Há outros que são apenas conhecidos a nível local ou regional, mas não deixam de ter expressão", sustentou Sezinando Alberto, adiantando que, este semestre, está previsto o lançamento de um livro roteiro, a publicar pela editora Paulinas, que reúne imagens, história, localização e principais festividades de cada um dos 162 santuários portugueses.

Ler mais

Exclusivos