Quatro detidos por furto de veículo

A GNR de Almeirim deteve quatro indivíduos que circulavam num veículo ligeiro de passageiros que tinha sido furtado, em janeiro, em Caneças, Loures.

Quando a patrulha abordou o veículo com o intuito de fiscalizar o condutor e os seus ocupantes, os mesmos aperceberam-se da intenção dos militares e encetaram uma fuga, acabando por serem intercetados na localidade do Cartaxo.

Os quatro suspeitos, com idades compreendidas entre os 19 e os 21 anos, foram detidos com o apoio dos militares do Posto Territorial do Cartaxo, e transportados para as instalações da Guarda, onde se apurou que os mesmos estarão referenciados por furtos em estabelecimentos comerciais, no distrito de Santarém.

Foram apreendidos diversos objetos que poderão estar relacionados com os ilícitos criminais, tais como: gorros, luvas e várias ferramentas. Os detidos foram constituídos arguidos e após terem prestado termo de identidade e residência foram libertos.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

Compreender Marques Mendes

Em Portugal, há recorrentemente espaço televisivo para políticos no activo comentarem notícias generalistas, uma especificidade no mundo desenvolvido. Trata-se de uma original mistura entre comentário político e espaço noticioso. Foquemos o caso mais saliente dos dias que correm para tentar perceber a razão dessa peculiaridade nacional. A conclusão é que ela não decorre da ignorância das audiências, da falta de especialistas sobre os temas comentados, ou da inexistência de jornalistas capazes. A principal razão é que este tipo de comentário serve acima de tudo uma forma de fazer política.