Homem detido por deitar fogo a casa camarária

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem, de 60 anos, como sendo o presumível autor de um incêndio na sua residência, propriedade camarária, ocorrido ontem na zona da Portela de Sacavém, tendo por móbil razões fúteis decorrentes de uma tentativa de indemnização por desocupação do espaço e posterior fuga para o estrangeiro.

O incêndio foi praticado com recurso a chama direta e a um produto combustível. Esta ação viria a colocar em perigo a zona habitacional por se tratar de um bairro de construção precária, com edificações em elevada densidade e de difíceis acessibilidades, não fora a pronta deteção por parte de populares e o imediato combate pelos bombeiros locais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG