Homem de 29 anos detido por rapto e coação sexual

Um homem de 29 anos, residente no Entroncamento, ficou hoje em prisão preventiva pela presumível prática de vários crimes de rapto na forma tentada e de coação sexual, disse à agência Lusa uma fonte policial.

A Polícia Judiciária (PJ), através da Directoria do Centro, deteve um ajudante de electricista suspeito da autoria daqueles crimes, de que foram vítimas cerca de 20 adolescentes do sexo feminino e mulheres jovens. "O suspeito procurava as vítimas circulando durante a noite, ao volante de uma carrinha, por várias localidades ribatejanas, nomeadamente Torres Novas, Entroncamento, Chamusca, Golegã e Abrantes, abordando-as quando caminhavam sozinhas, agarrando-as e puxando-as para o interior da viatura em que se fazia transportar", refere uma nota da PJ.

Na maior parte dos casos, estas situações verificaram-se "entre finais de maio e início de Junho", mas "já estavam a acontecer desde Fevereiro", disse esta tarde aquela fonte policial, indicando que as investigações foram encetadas na sequência de várias queixas das vítimas à GNR e PSP. Os crimes ocorreram em "localidades pacatas onde as pessoas andam muito à vontade", enquanto o presumível agressor "andava à espreita de uma oportunidade", acrescentou. Oriundo de Almeirim e a residir no Entroncamento, o arguido é divorciado e vive com outra mulher, segundo a fonte policial.

"Algumas das vítimas sofreram lesões físicas na sequência de quedas, quando, após terem oferecido resistência, fugiram assustadas do agressor", adianta a nota da Polícia Judiciária. Durante as diligências de prova, foi apreendida a viatura e algumas peças de vestuário usadas pelo detido.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG