CP prevê que interrupção da linha "não seja morosa"

A CP prevê que a suspensão da circulação ferroviária na Linha do Norte devido a um acidente na passagem de nível de Santana, Cartaxo, "não seja morosa".

À agência Lusa, fonte da empresa explicou que uma viatura automóvel foi abalroada a 10 quilómetros da estação ferroviária de Santarém por um comboio intercidades, que circulava no sentido Lisboa-Porto.

Do acidente resultaram feridos sem gravidade, incluindo o condutor da viatura, acrescentou a mesma fonte.

"A circulação na Linha do Norte foi suspensa nas duas vias porque o veículo foi projetado para a via Porto-Lisboa", acrescentou.

A CP estima que a "retoma da circulação não seja morosa", concluiu.

Fonte da GNR indicou que o "carro foi inicialmente abalroado por um regional na estação de Santana-Cartaxo e posteriormente abalroado por um comboio rápido que viaja no sentido Norte-Sul".

A agência Lusa testemunhou que uma viatura ligeira foi hoje abalroada por dois comboios que viajavam em sentido contrário, numa passagem de nível na estação de Santana/Cartaxo, causando pelo menos dois feridos.

A Lusa constatou que o carro foi primeiro abalroado por um comboio que ia no sentido Lisboa/Porto, tendo sido atirado para a via contrária, onde foi apanhado por um alfa que circulava no sentido Porto/Lisboa.

Este alfa deveria chegar a Lisboa cerca das 12:30.

A Lusa testemunhou ainda que o carro, um 'Honda' se encontrava praticamente destruído.

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) estava a dar assistência a dois feridos, que viajavam na viatura.

O comandante dos Bombeiros Municipais do Cartaxo, Mário Silvestre, confirmou à Lusa a existência de dois feridos, mas sem poder ainda adiantar a gravidade dos ferimentos.

A mesma fonte indicou que a circulação na linha do Norte está interrompida nesta zona.

O acidente decorreu numa passagem de nível automática, sem guarda.

A Lusa verificou ainda que as cancelas estavam fechadas, mas era possível a um carro contorná-las.

No local estava também muito nevoeiro.

Deram assistência aos feridos o INEM e os bombeiros do Cartaxo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG