Câmara de Estarreja critica decisão do Governo

O vice-presidente da Câmara de Estarreja, Abílio Silveira (PSD/CDS), criticou hoje a decisão do Governo de não dar tolerância de ponto no Carnaval, defendendo que "não é um dia que vai afetar a produtividade e tornar o país mais pobre".

O Governo confirmou hoje que não será concedida tolerância de ponto no Carnaval este ano, adiantando que esse princípio vai manter-se, pelo menos, durante a aplicação do Programa de Assistência Económica e Financeira a Portugal.

Em declarações à Lusa, Abílio Silveira disse que se trata de uma "má decisão", defendendo que o Governo "deveria respeitar os locais onde o Carnaval se faz sentir".

"Acho que há outras formas de se compensar estes dias e penso que não é por causa de um dia que iremos ser menos produtivos", afirmou o autarca.

Abílio Silveira revelou ainda que a Câmara de Estarreja, tal como aconteceu no ano passado, irá dar tolerância de ponto aos seus funcionários na terça-feira de Carnaval, seguindo uma recomendação da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA).

O vice-presidente da Câmara afirmou ainda que a CIRA entendeu a importância do Carnaval para a própria dinamização da região em termos económicos, ao recomendar aos seus municípios associados para darem tolerância de ponto aos seus funcionários na terça-feira de carnaval.

O presidente da Associação do Carnaval de Estarreja (ACE), Marcos Tavares, também se mostrou preocupado com a decisão do Governo, admitindo que o futuro do Carnaval a nível nacional pode estar em risco.

"Isto é preocupante, porque cada vez temos que trabalhar com menos dinheiro, tanto por parte dos subsídios, como por parte da receita da bilheteira", adiantou o responsável, acrescentando que esta situação vai afetar "bastante" o Carnaval no concelho.

O presidente da ACE diz que no ano passado houve muito menos pessoas a assistir ao desfile na terça-feira, devido ao facto de não ter havido tolerância de ponto, prevendo que isso possa voltar a acontecer este ano.

Segundo dados da organização, com base no apuramento dos bilhetes vendidos para a edição de 2012, a assistência chegou às 6.500 pessoas na terça-feira, o que corresponde a metade das pessoas que assistiram ao desfile no domingo.

O Carnaval assume-se como "o maior evento" de Estarreja, atraindo milhares de foliões ao concelho.

Este ano, o evento conta com um orçamento que ronda os 136.000 euros, um valor inferior ao do ano passado, refletindo o corte no apoio concedido pela Câmara local.

A autarquia irá apoiar com 25 mil euros, o que representa uma diminuição de 20% comparativamente com a verba atribuída em 2012 e 42,5% em relação a 2007.

A organização escolheu a ex-concorrente do programa da TVI "Casa dos Segredos 3", Ana Gonçalves, para ser a rainha do corso.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG