CDS tenta chamar o ministro da Educação ao Parlamento

Comissão de Educação e Ciência vota amanhã requerimento dos "populares", que querem "esclarecimentos" de Tiago Brandão Rodrigues sobre últimas medidas na Educação

O ministro da Educação e Ciência, Tiago Brandão Rodrigues, poderá ser chamado em breve à Assembleia da República, para a primeira apreciação das diversas medidas que têm vindo a ser implementadas na Educação desde quer tomou posse.

O CDS-PP avançou com um requerimento, que será debatido amanhã à tarde na Comissão de Educação e Ciência, onde é solicitada esta audição ao ministro, para que este "preste esclarecimentos sobre o seu pensamento, agenda e prioridades de atuação".

A confirmar-se a chamada de Tiago Brandão Rodrigues - dependente dos votos favoráveis dos partidos da esquerda -, o principal tema da audição deverá ser o novo modelo de avaliações e aferições, divulgado pelo Ministério no final da semana passada, que inclui a extinção da prova final do 6.º ano - apesar de o primeiro ministro, António Costa, ter dito no parlamento que essa medida não fazia parte do Programa de Governo - e a introdução de um novo regime de provas de aferição (sem peso na nota), que inclui testes no 2.º ano de escolaridade, a começar já neste ano letivo.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG