Casamentos, arraiais e marchas de Santo António

As Festas de Lisboa têm hoje, véspera do feriado municipal da capital, os seus pontos altos, com os arraiais mais concorridos, os Casamentos de Santo António e a descida da Avenida da Liberdade pelas marchas.

Os casamentos de Santo António começam às 12:00 nos Paços do Concelho, com cinco cerimónias civis, seguindo-se 11 matrimónios religiosos na Sé (14:30), um copo de água na renovada Estufa Fria, que vai abrir propositadamente, e um desfile pela cidade (16:30).

Segundo a câmara, este ano vão marcar presença oito 'casais de ouro', ou seja, que celebram 50 anos de união - casaram em 1963, quando a iniciativa se chamava "Noivas de Santo António".

Pelas esquinas dos bairros típicos da cidade, a música popular e a sardinha assada levam população e turistas às ruas da capital, onde às 21:00 começam a desfilar pela avenida da Liberdade as marchas populares, que este ano têm como temas os 500 anos do Encontro Cultural Portugal/China e o 125.º aniversário do poeta Fernando Pessoa.

Antes das 20 marchas a concurso, há duas participações orientais, a dança do leão de Macau e a dança do cavalo selvagem do Japão, a marcha infantil "A Voz do Operário" e a marcha dos Mercados.

Em competição, e por ordem, desfilam as marchas de Marvila, do Alto do Pina (vencedor nas duas edições anteriores), da Penha de França, do Bairro Alto, da Ajuda, do Lumiar, de Alfama, de Benfica, de Alcântara, de São Vicente, dos Olivais, de Belém, do Beato, da Mouraria, da Bica, da Madragoa, da Graça, do Castelo, de Carnide e de Santa Engrácia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG