Carta Aberta a José Sócrates e Luís Amado

Álvaro Siza Vieira, João Proença, José Mattoso e Vasco Lourenço são algumas das 28 personalidades que na carta pedem o apoio do Governo português para a resolução do conflito.

Uma carta aberta enviada hoje ao primeiro-ministro e ao ministro dos Negócios Estrangeiros exige uma "solução clara" para o conflito do Saara Ocidental e apoio inequívoco do Governo português "a todos os esforços internacionais conducentes à realização do referendo de autodeterminação".

A missiva endereçada ao primeiro-ministro e ao ministro dos Negócios Estrangeiros por iniciativa da Associação de Amizade Portugal-Saara Ocidental (AAPSO) é assinada por "28 eminentes personalidade nacionais" onde se incluem, o jornalista Adelino Gomes, o arquitecto Álvaro Siza Vieira, os ensaístas Frei Bento Domingues e José Augusto França e o secretário-geral da UGT, João Proença.

O historiador José Mattoso, o secretário-geral da CGTP Manuel Carvalho da Silva, o dirigente da FENPROF, Mário Nogueira, o advogado Miguel Galvão Teles, a académica Maria Helena Mira Mateus, a magistrada judicial Teresa Féria e o dirigente da Associação 25 de Abril Vasco Lourenço subscrevem também a carta aberta.

O texto sugere o apoio inequívoco "a todos os esforços internacionais conducentes à realização do referendo de autodeterminação" do Saara Ocidental e considera que "é esta a política que queremos ver concretizada pelo Governo português".

 

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG