Carlos Cruz poderá sair em precária daqui a um mês

O juiz de execução de penas autorizou uma saída de três dias

Carlos Cruz está prestes a cumprir dois terços da pena de sete anos por abuso sexual de menores.

O ex-apresentador de televisão Carlos Cruz poderá ter direito a uma saída precária da cadeia nos próximos 30 dias. O arguido está a cumprir uma pena de sete anos por abusos sexuais de menores no âmbito do processo Casa Pia.Já cumpriu dois terços da pena (completados a 4 de dezembro) e nessa altura já lhe poderá ser concedida a liberdade condicional.

O DN sabe que o juiz de execução de penas deu despacho favorável a uma saída de três dias, mas o Ministério Público tem ainda o prazo de 30 dias para recorrer da decisão. Até lá, Carlos Cruz não deverá sair das instalações da prisão da Carregueira.

O recurso foi interposto depois de, em fevereiro deste ano, o Tribunal de Execução de Penas ter recusado o pedido de liberdade condicional de Carlos Cruz.