Canadá tenta desviar estudantes portugueses dos EUA e Reino Unido

Trinta e cinco universidades, politécnicos, escolas secundárias e de línguas canadianas vêm a Lisboa mostrar as vantagens de se estudar naquele país.

Cada vez mais portugueses mostram vontade de estudar no estrangeiro e os EUA ou o Reino Unido são os destinos no topo da lista das preferências. Para contrariar esta tendência, 35 instituições de ensino (secundário e superior) do Canadá vêm a Lisboa mostrar aos estudantes as suas ofertas.

A feira Study in Canada, que se realiza hoje pela primeira vez em Portugal, tem assim por objetivo atrair estudantes para um país "seguro, com um bom sistema de ensino, uma das maiores qualidades de vida do mundo e com propinas mais baratas que o Reino Unido ou os EUA", sublinha fonte da embaixada do Canadá ao DN. As propinas neste país, segundo a embaixada, podem custar entre oito mil e 26 mil dólares canadianos por ano (5600 a 18 200 euros), que podem ser reduzidas com o recurso a bolsas de estudo, que algumas das instituições presentes na feira oferecem.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG