Câmara investe 180 mil euros em refeições escolares

A Câmara de Santo Tirso vai investir, no ano letivo 2012/2013, 180 mil euros na comparticipação das refeições escolares dos alunos do 1.º ciclo do concelho pertencentes a agregados familiares carenciados, informou hoje fonte municipal.

Os subsídios serão atribuídos às entidades que estão a gerir os refeitórios escolares.

O montante é calculado em função do número de refeições fornecidas aos alunos beneficiários do subsídio de alimentação, da comparticipação atribuída a cada aluno (100 por cento para alunos do escalão A e 50 por cento para alunos do escalão B) e do preço máximo por refeição que vier a ser fixado, para o efeito, por despacho ministerial.

Paralelamente, a Câmara de Santo Tirso aprovou também a atribuição dos primeiros subsídios para aquisição de livros e outro material escolar aos agrupamentos de escolas do concelho.

Estes apoios camarários, que se destinam aos alunos mais carenciados dos quatro agrupamentos de escolas e da EBI Aves/S. Tomé de Negrelos, ascendem, nesta primeira fase, aos 38.300 euros.

No âmbito destes apoios camarários, cada aluno de famílias carenciadas receberá 50 euros no caso de ser abrangido pelo escalão A e 25 euros no caso de ser abrangido pelo escalão B.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG