Buscas por desaparecido continuam em Santiago do Cacém

A GNR e os bombeiros prosseguem hoje as buscas para encontrar um homem, de 57 anos, desaparecido desde sexta-feira à tarde, depois de se ter ausentado do hospital de Santiago do Cacém, disse fonte dos bombeiros.

Fonte da GNR indicou à Lusa que o homem foi dado como desaparecido depois de se ter ausentado do serviço de urgência do Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém, para onde tinha sido transportado na sexta-feira.

A mesma fonte adiantou que o homem saiu daquela unidade hospitalar cerca das 14:30 de sexta-feira e foi visto pela última vez na Estrada Nacional 261, na zona de Santo André.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal, indicou à Lusa que estão envolvidos nas buscas 13 militares da GNR, com seis veículos e três binómios cinotécnicos de busca, e 13 bombeiros das corporações de Santiago do Cacém, Santo André e Sines, apoiados por quatro veículos.

As buscas, segundo o CDOS, foram interrompidas entre as 05:00 e as 07:30.

O homem, que segundo a fonte da GNR, "sofre de perturbações psíquicas" reside em Pinhal do Moinho, Vila Nova de Milfontes.

Segundo fonte dos bombeiros, o homem foi transportado por uma ambulância dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Milfontes para o hospital de Santiago do Cacém.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG