Ferro Rodrigues manifesta "enorme consternação" pela morte de "dezenas de inocentes"

Presidente da AR defendeu que os atentados desta manhã são consequência da resposta Bruxelas tem dado ao terrorismo.

O presidente da Assembleia da República manifestou hoje aos presidentes do Senado e Câmara dos Representantes da Bélgica "enorme consternação" pela morte de "dezenas de inocentes" na sequência de atentados no aeroporto e metropolitano de Bruxelas.

Numa mensagem também dirigida ao embaixador da Bélgica em Portugal, Eduardo Ferro Rodrigues refere que foi "com enorme consternação" que tomou conhecimento "dos trágicos atentados desta manhã na cidade de Bruxelas, que vitimaram dezenas de cidadãos inocentes".

"Num dia que julgaram ser igual a tantos outros, perderam a vida pessoas como nós. Os atentados desta manhã são a consequência da resposta que a cidade de Bruxelas, o Estado e o povo belga têm dado ao terrorismo", sustentou o presidente da Assembleia da República.

Ferro Rodrigues salientou ainda que o "respeito que o Estado e o povo Belga nunca deixaram de ter pela liberdade, pela democracia, pelos direitos fundamentais, pela vida".

Os atentados, segundo o presidente da Assembleia da República, "desafiam a nossa bússola de valores, o nosso modelo de sociedade - ataques bárbaros que merecem a nossa condenação absoluta".

"Os nossos pensamentos estão com as famílias das vítimas, a quem endereçamos a manifestação do nosso sentido pesar. Em meu nome e em nome da Assembleia da República, apresento ao Estado e ao povo belga sentidas condolências", acrescenta o presidente do parlamento.

Pelo menos 34 pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas nas explosões de hoje de manhã no aeroporto Zaventem e na estação de metro de Maelbeek, em Bruxelas, segundo um novo balanço provisório das autoridades.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG