Branqueamentos de dentes ilegais

A Entidade Reguladora da Saúde (ERS) está a investigar quatro estabelecimentos onde alegadamente se realizam, de forma ilegal, branqueamentos dentários a laser, na sequência de uma denúncia da Ordem dos Médicos Dentistas. No entanto, Joaquim Brandão, vogal do conselho directivo da ERS, explicou que a ERS só poderá actuar caso as entidades em causa se assumam como prestadores de cuidados de saúde e que, em contrário, os elementos serão transmitidos à Autoridade para a Segurança Alimentar e Económica (ASAE). Ontem, o bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas acusou vários cabeleireiros, esteticistas, spas e parafarmácias de fazerem branqueamentos dentários a laser, de forma ilegal, representando um perigo para a saúde pública. Orlando Monteiro da Silva sublinhou que o branqueamento dentário é um acto médico que tem de ser executado por profissionais habilitados e em ambiente clínico.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG