Bispos apelam à estabilidade política

Num documento divulgado esta tarde, a Conferência Episcopal comenta a situação económica e social do país e pede "equidade nas soluções e na distribuição dos sacrifícios"

Os bispos portugueses apelaram hoje à estabilidade política e à equidade nas soluções e na distribuição dos sacrifícios. Numa nota divulgada esta tarde, a Conferência Episcopal Portuguesa refere que "as crises políticas" devem ser "uma exceção" e que, "em momentos críticos, podem comprometer soluções e atrasar dinamismos na sua busca".

Comentando a situação atual económica e social do país, os responsáveis católicos afirmam ainda que a estabilidade política requer "a busca permanente do maior consenso social e político".

O documento assinado pelos bispos foi conhecido esta tarde em Fátima depois da reunião do Conselho Permanente da Conferência Episcopal. Citando a Doutrina Social da Igreja, a hierarquia da Igreja Católica lembra ainda que "o bem da comunidade nacional exige de todos generosidade para não dar prioridade à busca de interesses particulares e a honestidade para renunciar a caminhos pouco dignos desses interesses".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG