Bispo lança suspeitas sobre motivo da notícia de assédio

D. Carlos Azevedo afirmou hoje à SIC que recebeu muitas mensagens de apoio vindas de Portugal e mostrou algumas suspeitas quanto à facto de a notícia da acusação de assédio ter surgido pouco antes do Conclave que irá escolher o novo papa.

"Estas notícias devem ser enquadradas no ambiente de preparação do Conclave e de sucessão do patriarca de Lisboa", referiu, em Roma, o bispo português à SIC.

D. Carlos Azevedo aproveitou também para dizer que tem recebido muitas mensagem de solidariedade. "Agradeço as muitas mensagens que tenho recebido de vários quadrantes da sociedade portuguesa, Igreja e sociedade civil", disse, acrescentando que recebeu também "a solidariedade e confiança dos meus superiores na Santa Sé, nomeadamente o presidente do Conselho Pontifício da Cultura, Gianfranco Ravasi, e do prefeito da Congregação dos Bispos, Marc Ouellet".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG