Bastonária eleita com derrota por 22 votos em Lisboa

Elina Fraga, de 43 anos, ganhou as eleições mais concorridas de sempre da Ordem dos Advogados (OA), sucedendo a Marinho e Pinto nos próximos três anos.

Aquela que é a segunda mulher a exercer o cargo de bastonária, e que venceu o sufrágio contra cinco homens, tem pela frente a dura tarefa de recuperar influência junto da Ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz, com quem o seu antecessor tinha uma relação tumultuosa, e recuperar dívidas devido às defesas oficiosas. No entanto, a até agora vice presidente do Conselho Geral perdeu o Conselho Distrital de Lisboa, o órgão distrital com mais advogados do país, que ficou sob a liderança de António Jaime Martins.

Pouco conhecida fora da advocacia, a candidata apoiada por Marinho e Pinto, bastonário desde 2008, foi a mais votada, recolhendo 31% dos votos. Reuniu o voto de 6 175 advogados, num universo de 20 199 votantes, dos quais 1 086 (5%) foram em branco e 439 (2%) considerados nulos (à direita, resultados dos outros candidatos).

Leia mais pormenores no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG