Avião da SATA esteve três horas às voltas

Avião da SATA International esteve três horas a gastar combustível para poder aterrar de emergência no Aeroporto de Ponta Delgada, em São Miguel, nos Açores. Fonte do aeroporto confirmou ao DN que o voo que tinha como destino Toronto, no Canadá, teve de regressar e aterrou às 19.50, tal como previsto.

O avião descolou às 16.44 (mais uma hora em Lisboa) de Ponta Delgada com destino a Toronto. Pouco depois verificou-se uma avaria que o obrigou a regressar ao aeroporto de origem, que esteve a sobrevoar durante três horas, para gastar o combustível suficiente que lhe permitiu aterrar em segurança.

Fonte do aeroporto local confirmou ao DN, que a aterragem de emergência está prevista para as 19.50 locais (20.50, em Lisboa) e que os passageiros - não conseguiu precisar quantos - ainda devem seguir hoje para Toronto. Inicialmente essa partida estava prevista para as 20.00, mas as informações mais recentes apontam para que a partida aconteça pelas 21.30.

Às 21.00, o aeroporto confirmou a aterragem do avião em segurança a existência de um voo marcado para Toronto às 21.00 locais.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG