Autarcas de Aveiro reiteram legalidade do apoio ao Beira-Mar

O presidente da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA), Ribau Esteves, reiterou hoje a legalidade da atribuição de um apoio publicitário ao Beira-Mar, em reação à decisão do Ministério Público, que acusou 13 autarcas de prevaricação, entre outros crimes.

"Nós comprámos um veículo de publicidade à nossa região. Estamos a falar de uma operação publicitária de muito pequena dimensão. Só haveria preocupações de contornar a lei se estivéssemos a falar de operações de grande dimensão", afirmou Ribau Esteves.

O autarca falava à Lusa após ter tido conhecimento do despacho de acusação num processo relacionado com a atribuição de um apoio publicitário ao Beira-Mar no valor de 38 mil euros para as épocas 2011/2012 e 2012/2013, por parte da CIRA.

O também presidente da Câmara de Ílhavo confirmou ainda que os autarcas irão requerer a abertura de instrução, adiantando que o assunto vai ser discutido no Conselho Executivo da CIRA, que terá lugar na próxima segunda-feira.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG