Audição de patrão das secretas chumbada

A maioria PSD-CDS chumbou a audição na Comissão de Assuntos Constitucionais do secretário-geral dos serviços secretos, Júlio Pereira. A de Jorge Silva Carvalho, ex-chefe do SIED, foi aprovada.

Foi aprovada por unanimidade a audição de Jorge Silva Carvalho, ex-chefe do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED), mas PSD e CDS preveniram que antes devem estar resolvidos os problemas de segredo de Estado.

Na audição, PSD, CDS-PP e BE congratularam-se com a posição favorável do PS à audição de Silva Carvalho, com a deputada socialista Isabel Moreira a justificar que "houve uma alteração de circunstâncias" e o PS "mudou de posição".

Num primeiro momento, disse, o PS defendeu que o Parlamento não passa "atestados de honorabilidade a ninguém" mas, posteriormente, "ouviu o coronel Marques Júnior", presidente do Conselho de Fiscalização do Sistema de Informações da República Portuguesa, "houve uma alteração de circunstâncias" e o PS "mudou de posição".

Exclusivos