Assunção Esteves manifesta pesar pela morte de bombeira

A presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, enviou na quinta-feira "um grande abraço de pesar" à família da bombeira que morreu no incêndio no concelho de Tondela, distrito de Viseu.

"A morte de Rita Pereira deixa-nos um sentimento de dor, um luto que atravessa a sociedade portuguesa inteira", lê-se num comunicado da presidente da Assembleia da República, enviado às redações.

Na sua mensagem de condolências, Assunção Esteves manifestou "tristeza e gratidão" para com os bombeiros "combatentes, como reduto de defesa de todos nós".

"Guardamos o exemplo e curvamo-nos perante a coragem e o amor aos outros, num reconhecimento muito sentido e absolutamente unânime. Deixo a todos, família e corporações, um grande abraço de pesar", concluiu.

A bombeira que estava desaparecida no incêndio que lavra na Serra do Caramulo, no concelho de Tondela, desde as 00:25 de quarta-feira foi encontrada morta, disse à agência Lusa o comandante operacional distrital de Aveiro, José Bismarck.

José Bismarck, que se encontrava a comandar as operações no terreno, referiu apenas que a bombeira integrava um grupo de Lisboa que ficou cercado pelo fogo.

Segundo o comandante, do mesmo grupo ficaram seis bombeiros feridos.

Um deles apresentava ferimentos graves e foi transferido para o Hospital de São João, no Porto.

Entretanto, o ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, lamentou também na quinta-feira a morte desta bombeira em Tondela.

Segundo a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil, pelas 00:45 de hoje estavam no terreno 231 operacionais e 74 veículos a combater o fogo na Serra do Caramulo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG