António Costa garante "máxima lealdade" com Marcelo

Primeiro-ministro realçou que os portugueses rejeitaram "candidatos antisistema"

O primeiro-ministro assumiu este domingo "o compromisso de máxima lealdade e plena cooperação institucional" com o presidente da República eleito, Marcelo Rebelo de Sousa.

António Costa, que intervinha momentos após o discurso de vitória do sucessor de Cavaco Silva, realçou também o "facto de [...] os portugueses terem rejeitado claramente as candidaturas populistas e que se apresentavam como sendo antisistema".

Esse é um sinal de "saudável confiança" dos portugueses de que "só num quadro democrático encontramos respostas às ansiedades, desgostos e problemas que temos pela frente e queremos resolver", sublinhou António Costa.

O chefe do governo, lamentando "o valor muito elevado da abstenção", desejou ainda a Marcelo Rebelo de Sousa que tenha o "maior sucesso no exercício" do cargo que assume no próximo dia 9 de março.

Exclusivos