André Ventura diz que CDS cedeu à esquerda

Candidato à Câmara de Loures reage assim ao facto do CDS/PP ter abandonado o apoio à sua candidatura

O candidato do PSD lamenta a retirada do apoio do CDS/PP à sua candidatura, acusando os democratas-cristãos de cederem "à pressão da esquerda". E igualmente acusando a esquerda de "estar aterrorizada" contra o seu projeto para Loures.

"Lamento a saída do CDS-PP de um projeto que eu acho vencedor e no qual as pessoas se reconhecem. Embora esteja no seu direito, acho que é de lamentar", afirmou André Ventura, em comunicado. O PSD mantém o apoio ao candidato à Câmara de Loures, lamentando a decisão do CDS-PP, embora respeitando-a.

"O PSD mantém o apoio ao candidato do partido à Câmara Municipal de Loures. Lamentamos que o CDS não mantenha esse apoio, mas respeitamos a posição agora assumida pelo CDS", refere fonte da direção do PSD.

O CDS-PP anunciou que vai seguir "um caminho próprio" nas eleições autárquicas em Loures, abandonando a coligação com o PSD, encabeçada por André Ventura, expressando "profundo incómodo" pela forma como o candidato se referiu à comunidade cigana.

Exclusivos