Jardim não votou no PSD. E Passos? "Vai levar outro banho"

Alberto João Jardim diz que Passos é inapto para continuar a liderar o PSD

Alberto João Jardim conta, em entrevista ao jornal i, que deixou o Governo Regional da Madeira "mal com o partido", e não poupa críticas ao antigo primeiro-ministro, que considera inapto para continuar a liderar o PSD. Assume ainda que não votou no próprio partido nas últimas eleições legislativas.

"Se ficar no PSD, o senhor Passos Coelho vai levar outro banho. Ninguém lhe vai dar uma maioria absoluta", augurou Jardim, que também não poupou nas palavras para caracterizar a postura do antigo chefe de Governo durante a intervenção externa a Portugal: "Passos acha prestigiante andar debaixo das saias da senhora Merkel", sentenciou.

Jardim falou ainda das obras feitas na Madeira, das dívidas acumuladas ao longo dos seus mais de 35 anos de liderança, explicou os motivos (falta de apoios e entrada em cena de Marcelo Rebelo de Sousa) que o levaram a desistir da ideia de concorrer à Presidência da República e descreveu a sua atual vida de "semirreformado".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG