"Afluência anómala" congestionou urgência no hospital de Coimbra

Uma "afluência anómala" de doentes congestionou hoje durante horas o serviço de urgência do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), disse à agência Lusa uma fonte hospitalar.

"Houve um pico de afluência esta tarde que foi prontamente resolvido", adiantou a fonte, reconhecendo que as macas disponíveis na urgência foram insuficientes, "durante algumas horas", para acomodar todos os doentes que iam chegando.

Gripes, más disposições e "muitos acidentes" foram algumas das situações que mais se verificaram e que estiveram na origem desta "afluência anómala" de pessoas à urgência.

"Mas nunca os tempos da triagem de Manchester foram ultrapassados. A situação está normalizada desde sensivelmente as 19.00", acrescentou a fonte hospitalar.

Fontes dos bombeiros disseram à Lusa que dezenas de ambulâncias "estiveram retidas durante horas" à entrada da urgência do CHUC, já que tardava o atendimento dos doentes e a devolução das macas usadas no seu transporte.

Exclusivos