Adubos de Portugal cobre torres de refrigeração com lonas

A empresa que esteve na origem do surto de legionela no concelho de Vila Franca de Xira começou hoje a cobrir as torres de refrigeração com lonas.

Ao início da tarde, a Adubos de Portugal, situada no Forte da Casa, tinha já coberta com uma enorme lona azul uma das suas cinco torres de refrigeração encerradas desde domingo, 9 de novembro, dois dias depois do início do surto de legionela.

A empresa vai dar início ao procedimento de tratamento necessário ao levantamento do mandado de suspensão do funcionamento das torres de refrigeração, o qual foi autorizado a 19 de novembro pela Inspeção-Geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território, segundo informou a Adubos de Portugal ainda antes de ser ser conhecido o resultado das análises.

Foi esta manhã que o diretor-geral de saúde, Francisco George, revelou que as bactérias encontradas em doentes com legionela são semelhantes às detetadas numa torre de refrigeração da empresa Adubos de Portugal.

A empresa não reagiu ainda ao anúncio, tendo relegado os comentários para um comunicado a emitir ainda hoje.

O surto de legionela no concelho de Vila Franca de Xira infetou 336 pessoas e fez 10 vítimas mortais, segundo dados atualizados hoje pela Direção Geral de Saúde. Trinta e oito doentes ainda se encontram em cuidados intensivos, 23 dos quais com suporte ventilatório, indicou o organismo

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG