Adepto polaco condenado a cinco meses de prisão

O fã do Legia, de Varsóvia, foi condenado a cinco meses de prisão com pena suspensa pelos crimes de resistência e coação a agente da autoridade

Vinte e dois adeptos dos clubes Legia (20) e Sporting (dois) foram detidos ontem, no dia do jogo, pela PSP de Lisboa. Até ao momento, três cidadãos polacos foram presentes a audiência de julgamento pelos crimes de resistência e coação a agente da autoridade. Um deles já foi condenado a cinco meses de prisão com pena suspensa de um ano, pelo que pode regressar ao seu país, referiu ao DN fonte policial. Os outros dois foram absolvidos.

Das detenções realizadas ontem, cinco foram pelos crimes de resistência e coação a agente da autoridade, uma por importunação sexual e 14 por posse de artefactos pirotécnicos. Os dois adeptos do Sporting foram detidos pelos crimes de tentativa e agressão a agente da autoridade. Todos eles serão presentes a tribunal no decorrer do dia de hoje.

Na terça-feira, quando faltavam dois dias para o jogo, 11 adeptos do Legia foram detidos pela PSP: 10 por roubo num estabelecimento comercial e um por furto numa loja. Os dez foram sujeitos pelo juiz a proibição de entrada no estádio de Alvalade e apresentação na 2ª esquadra da PSP, a da Praça do Comércio, entre as 19.30 e as 20.30 de ontem, dia do jogo. Ao detido por furto numa outra loja foi-lhe aplicada pelo tribunal a proibição de entrada no estádio no dia do jogo e ainda a proibição de permanência na zona do Campo Grande e de entrada em estabelecimentos comerciais que transmitissem por via televisiva o encontro das duas equipas.

Como balanço final da operação que decorreu desde o dia 20 até hoje, relativa ao policiamento do jogo de futebol a contar para a Liga Europa, a PSP de Lisboa esclarece que deteve 33 indivíduos, apreendeu dois very lights, 259 petardos, 300 tochas, 14 potes de fumo e 5 sprays gás pimenta.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG