Acta do Tribunal Constitucional "apaga" 500 mil eleitores

A acta da Assembleia de Apuramento Geral da Eleição do Presidente da República divulgada terça-feira tinha uma incorrecção e, afinal, o número de eleitores inscritos para as eleições era de 9.543.550.

A Agência Lusa contactou o Tribunal Constitucional e fonte daquele órgão confirmou que existiu uma incorreção na acta que foi elaborada e que estava disponível para consulta na página da Internet do Palácio Ratton.

No sexto parágrafo da acta lia-se que o número de eleitores inscritos era "nove milhões e quarenta e três mil quinhentos e cinquenta".

Contudo, fonte do Tribunal Constitucional disse que o número correcto é de 9.543.550 eleitores e que irá ser feito um aditamento à acta a corrigir o número inicialmente inscrito.

Entretanto, ao final da tarde já tinha sido retirada da página da Internet do Tribunal Constitucional a acta que tinha sido colocada 'online' na terça-feira ao final da tarde.

Assim, e de acordo com a acta da reunião da Assembleia de Apuramento Geral da Eleição do Presidente da República de um universo de 4.431.849 votantes, foram registados 4.157.543 votos validamente expressos.

Aníbal Cavaco Silva recolheu

Foram ainda apurados 189.893 votos brancos e 84.413 votos nulos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG