Derrocada obriga a realojamento de quatro famílias

Uma derrocada na vila das Velas, na ilha de São Jorge, nos Açores, causou hoje danos em quintais e casas de arrumos e levou ao realojamento, por precaução, de quatro famílias, segundo a Proteção Civil e a câmara.

A derrocada aconteceu por volta das 02:00 e, apesar de não ter havido danos pessoais, provocou estragos em quintais e casas de arrumos, disse à Lusa o presidente da Câmara de Velas, Luís Silveira.

Por outro lado, a autarquia, os bombeiros e os serviços regionais de ambiente da ilha optaram por criar um "perímetro de segurança" na zona, como "salvaguarda".

Por causa disso, foram retiradas quatro famílias das suas habitações (num total de sete pessoas), que estão realojadas com casas de familiares.

Por outro lado, as autoridades pediram também à Casa de Repouso João Inácio de Sousa para ser interditado o acesso a um anexo normalmente usado como centro de dia.

Luís Silveira referiu que estas são medidas tomadas por precaução, lembrando que a ilha está sob aviso amarelo da meteorologia, por causa da chuva.

O autarca disse ainda que foi já pedido às autoridades regionais para enviarem técnicos à ilha que façam uma avaliação da zona da derrocada.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Brexit

"Não penso que Theresa May seja uma mulher muito confiável"

O diretor do gabinete em Bruxelas do think tank Open Europe afirma ao DN que a União Europeia não deve fechar a porta das negociações com o Reino Unido, mas considera que, para tal, Theresa May precisa de ser "mais clara". Vê a possibilidade de travar o Brexit como algo muito remoto, de "hipóteses muito reduzidas", dependente de muitos fatores difíceis de conjugar.

Premium

Pedro Lains

"Gilets jaunes": se querem a globalização, alguma coisa tem de ser feita

Há muito que existe um problema no mundo ocidental que precisa de uma solução. A globalização e o desenvolvimento dos mercados internacionais trazem benefícios, mas esses benefícios tendem a ser distribuídos de forma desigual. Trata-se de um problema bem identificado, com soluções conhecidas, faltando apenas a vontade política para o enfrentar. Essa vontade está em franco desenvolvimento e esperemos que os recentes acontecimentos em França sejam mais uma contribuição importante.