Baleia-comum com 12 metros deu à costa já morta

Uma baleia-comum, da família das baleias-de-barba, deu à costa já morta na ilha do Pico, Açores, na tarde de quarta-feira, na zona do Cais do Mourato, informou hoje a Direção Regional dos Assuntos do Mar.

Este é o segundo maior animal do planeta, podendo os maiores indivíduos atingir 26 metros de comprimento.

A Direção Regional dos Assuntos do Mar destaca que o cetáceo possui 12 metros de comprimento e um peso estimado de 15 toneladas

"Apesar do arrojamento de baleias-de-barba ser raro nos Açores, este acontecimento isolado e no meio de dias tempestuosos tem de ser considerado normal. Apesar disso, serão recolhidos indícios que possam apontar a causa de morte, para que fique afastada qualquer hipótese de anomalia ambiental", informou o Diretor Regional dos Assuntos do Mar, Frederico Cardigos.

Segundo este responsável, este facto vem confirmar a presença nos Açores da baleia-comum, "mesmo no período de final do inverno".

O animal, apesar de ser um espécimen com um "tamanho apreciável", era ainda um jovem, dado que os adultos desta espécie têm habitualmente entre 18 a 22 metros.

Frederico Cardigos explicou que o seu mergulho atinge vulgarmente os 230 metros de profundidade, em apneias de cinco a 15 minutos.

De acordo com a mesma fonte, irão decorrer agora trabalhos de análise e de encaminhamento do animal, que serão dirigidos pelo Parque Natural da Ilha do Pico e integrados na Rede de Arrojamento de Cetáceos dos Açores.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG