Acidente com autocarro em Espanha mata três portugueses

Autocarros tinham partido de Ponte de Lima. Três feridos continuam em estado grave. Das 20 pessoas que deram entrada nos hospitais, a grande maioria já teve alta.

De acordo com a mesma fonte, dois dos feridos graves estão internados no Hospital Rio Carrion, em Palencia, e o outro no Hospital Clínico de Valladolid.

Das 20 pessoas que deram entrada nos hospitais, a grande maioria já teve alta.

No acidente, que ocorreu pelas 21:00 locais (20:00 em Portugal) ao quilómetro 65 da A-62 (que liga Burgos, em Espanha, a Portugal), na zona de Torquemada, perto de Palencia, morreram três homens portugueses, com 35, 64 e 74 anos.

Segundo noticiou no sábado a agência espanhola EFE, duas das vítimas mortais eram passageiros que viajavam nos últimos lugares do primeiro autocarro, que tinha como destino Grenoble (França), e a terceira vítima mortal era o condutor do segundo autocarro, que viajava rumo a Nice (também em França).

Ainda segundo a EFE, a maioria dos passageiros são trabalhadores que regressavam a França depois de visitarem os seus familiares em Portugal.

Aparentemente, os dois autocarros colidiram na autoestrada depois de fazerem uma troca de passageiros na área de serviço ao quilómetro 64, contaram alguns passageiros à agência espanhola Efe.

Citando dados transmitidos pela guardia civil espanhola, uma fonte da Autoridade Nacional de Proteção Civil portuguesa disse no sábado à Lusa que os autocarros, que pertencem à empresa francesa Andrade Voyages, embateram lateralmente quando seguiam no mesmo sentido. Um dos veículos tinha matrícula portuguesa e o outro francesa.

A 07 de novembro de 2008, na mesma estrada, morreram seis portugueses também num acidente envolvendo dois veículos portugueses: uma carrinha e um camião com reboque. Neste caso, as vítimas eram trabalhadores que tinham estado em frança e regressavam a Portugal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG