Acidente com autocarro de adeptos do Legia faz um morto

Um autocarro com adeptos do Legia de Varsóvia embateu hoje por volta da meia noite num automóvel ligeiro, na Avenida Fontes Pereira de Melo, em Lisboa, informou fonte da PSP. O condutor do ligeiro, que teve que ser desencarcerado pelos bombeiros, acabou por morrer no local.

Os bombeiros desencarceraram o condutor do veículo ligeiro, que apresentava ferimentos graves, mas o homem acabou por morrer no local. As autoridades ainda suspeitaram que houvesse uma segunda pessoa no Audi preto, mas tal não se veio a verificar, disse aos jornalistas Joaquim Lopes, subchefe do Regimento de Sapadores de Lisboa, que comandou as operações dos bombeiros no local.

Quando os bombeiros chegaram ao local, a vítima mortal, de 23 anos, ainda estava viva. Esta informação foi confirmada ao DN por António Silva, uma das testemunhas que chegaram ao local pouco depois do embate. "A pessoa parecia ainda estar viva mas o Audi foi arrastado pelo autocarro e a pessoa estava presa na viatura", contou, apontando para o espelho retrovisor do Audi preto, que se encontrava aos seus pés junto a um dos passeios onde dezenas de curiosos assistiam às operações.

O acidente registou-se entre o último dos quatro autocarros dos adeptos polacos, que iam com escolta policial. O autocarro subia a Fontes Pereira de Melo, vindo do Marquês de Pombal. O Audi vinha da Rua Tomás Ribeiro, em direcção à Fontes Pereira de Melo. "Os adeptos vieram do estádio [de Alvalade] para o Rossio, onde se encontravam os autocarros à sua espera. Foram devidamente enquadrados pela PSP", garantiu aos jornalistas a sub-comissária Carla Duarte, do Comando Metropolitano de Lisboa.

A responsável, que precisou que cada autocarro transportava 50 adeptos polacos e que o motorista do pesado acidentado é português, não quis adiantar mais pormenores e disse que a PSP "vai agora verificar o que terá acontecido, de acordo com a posição dos veículos". Excusando-se a adiantar se algum deles terá passado o sinal vermelho, Carla Duarte confirmou apenas que os adeptos que estavam no autocarro envolvido no acidente foram de seguida transportados por um outro veículo em direção ao aeroporto da Portela para regressarem à Polónia.

"A seguir ao acidente, os adeptos saíram do autocarro, alguns pareciam meio tontos. Foram logo colocados de lado no passeio pela polícia. Tanto os agentes como os bombeiros tiveram uma resposta rápida", disse ao DN Fábio Costa, que na altura do embate estava na paragem à espera do autocarro 45.

O trânsito naquela zona da cidade de Lisboa esteve condicionado até por volta das 03.00. A Fontes Pereira de Melo, no sentido Marquês de Pombal-Saldanha, esteve cortada. No local estiveram 24 elementos do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa apoiados por seis viaturas.

O Legia de Varsóvia, da Polónia, jogou na quinta-feira em Alvalade contra o Sporting Clube de Portugal para os oitavos de final da Liga Europa de futebol, um jogo que terminou com a vitória da equipa portuguesa por 1-0.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG