560 novas vagas para curso "dual" em Palmela

O ministro do Emprego, Solidariedade e Segurança Social anunciou hoje que a ATEC, Academia de Formação de Palmela vai dar formação a 560 jovens, no âmbito do protocolo assinado esta segunda-feira com o Instituto do Emprego e Formação Profissional.

Pedro Mota Soares revelou que o protocolo prevê um apoio financeiro de "500 mil euros" para "28 novos cursos" de formação `dual" a realizar na ATEC até 2016, oito dos quais deverão arrancar ainda este ano.

A formação profissional `dual", modelo importado da Alemanha, incluiu uma parte teórica, mas também uma forte componente técnica e prática, que se tem revelado bastante eficaz na formação de profissionais qualificados, facilitando a integração dos formandos no mercado de trabalho.

"Na ATEC existem dois modelos de formação: por um lado jovens que encontram aqui uma formação de ensino dual, que lhes dá uma certificação e uma porta de entrada no mercado de trabalho", explicou Pedro Mota Soares.

"Também existe a possibilidade de fazer qualificação e requalificação profissional, quer de ativos, quer de pessoas que estão no desemprego", acrescentou o ministro, salientando que a "taxa de empregabilidade dos formandos da ATEC é de 80%".

A ATEC foi constituída em 2003 com o objetivo de formar dar resposta às necessidades da Autoeuropa e empresas fornecedoras, mas, de acordo com o ministro, atualmente já forma profissionais qualificados para outras empresas do tecido empresarial português.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG