40% já estiveram um dia sem comer

Um estudo realizado pela Universidade Católica em colaboração com a EntrAjuda conclui que procura de apoio alimentar subiu bastante. E que entre os que vão pedir alimentos, quase metade reconhecem já ter passado fome

Já este ano, 39% dos utentes que procura ajuda junto das instituições sociais, reconheceram ter passado um dia inteiro sem comer nos últimos tempos. Os dados foram divulgados esta manhã pela Universidade Católica que fez um estudo para a EntreAjuda, que dá apoio às instituições sociais. E revelam um aumento preocupante, pois, em 2010, a percentagem de portugueses que admitiam estar um dia inteiro sem comer, muitas vezes, ou uma vez por outra, era de 27%.

Entre esta amostra inquirida pelos investigadores sociais, 77% admitiu não ter dinheiro para comprar comida até ao final do mês. Percentagem que, dois anos antes, era de 51%.

Os reformados, e as famílias monoparentais são os mais afetados pela pobreza.

Os que procuram apoio são na maioria, pessoas que há dois anos não precisavam de qualquer apoio social deste tipo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG