33. Praia Verde

Verde que te quero verde

Está a ver a confusão de Monte Gordo em Agosto? Esqueça. Não tem nada a ver. É mesmo o oposto e ali à distância de cinco quilómetros, seja de carro pela estrada ou a pé pela praia. Esvai-se o barulho, desaparecem os magotes de gente, a água cristaliza-se ainda mais e ei-la, a Praia Verde, seguramente uma das melhores praias do Algarve.

Não sei, ninguém me conseguiu ainda explicar, se o nome - verde - lhe vem do grande pinhal por trás (cada vez mais reduzido pelo empreendimento de luxo, o hotel, a piscina, e o que mais virá) ou da cor da água. É indiferente. O que interessa mesmo é que a água é quente, a areia limpa e a perspectiva de descanso total. Estacione cá em cima, onde pode comprar comida no supermercado para comer no areal e jornais na papelaria para ler ao longo do dia. Sim, porque convém ficar para a noite e esperar que se acendam os archotes do Pezinhos na Areia.

Reserve mesa na esplanada (o restaurante serve almoços, mas o glamour não é o mesmo, e convém ter fome para o jantar), e delicie-se com o marisco e o peixe fresco. E não perca a sangria de champanhe. Vai dar o dia como bem passado. E voltar.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG