32 trabalhadores da construção regressam de Inglaterra

Trinta e dois trabalhadores dos 100 portugueses contratados para efetuar reparações em dois túneis rodoviários na cidade inglesa de Birmingham vão denunciar o contrato e regressar a Portugal, mas a maioria aceitou permanecer, informou a empresa recrutadora.

Num comunicado enviado à agência Lusa, a Bespoke Resources Group indica que aqueles que decidiram denunciar o contrato "serão enviados para Portugal com viagem incluída, sendo-lhes também pagos os dias que estiveram a trabalhar".

No mesmo documento, Rui Vidal, supervisor geral, atribuiu o problema a alterações ao projeto feitas pelo município, o que atrasou o início da obra, criando "desentendimentos entre a entidade patronal e os trabalhadores".

Porém, este responsável "garante que os trabalhadores não estão a passar fome", como terá sido alegado, e que a maioria do grupo de 100 trabalhadores aceitou renegociar as condições do contrato.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG