27 suplementos sexuais e de emagrecimento retirados do mercado

58 suplementos para emagrecimento e 40 para a melhoria do desempenho sexual foram analisados em laboratório. Vinte e sete tinham substâncias ativas não permitidas e foram retirados do mercado

No âmbito de um protocolo de colaboração como Infarmed (Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde) e a ASAE, foram colhidos 98 suplementos alimentares e para a performance sexual que se encontravam no mercado, suspeitos de falsificação ou adulteração com substâncias com ação farmacológica usadas em medicamentos. Segundo o comunicado da ASAE, do total de produtos colhidos, 58 suplementos são produtos destinados ao emagrecimento e 40 para a melhoria do desempenho sexual. Depois do controlo laboratorial foram detetados 27 suplementos com substâncias ativas não permitidas, dos quais 22 servem para a melhoria do desempenho sexual e cinco destinam-se a emagrecimento.

Uma das substâncias que tem sido mais falsificada é o Viagra, que serve para melhor a performance sexual.

Perante os resultados, a ASAE e o Infarmed anunciam que vão tomar as medidas adequadas de retirada do mercado e instauração de processos de contraordenação.

O protocolo entre as duas autoridades foi assinado no dia 4 de fevereiro com o objetivo de reforçar o controlo dos suplementos alimentares que, na sua composição, contenham substâncias ativas com ação farmacológica utilizadas em medicamentos, o que constitui um risco para a saúde pública.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG