21 aviões em terra e escolas fechadas em oito ilhas

A SATA Air Açores cancelou hoje 21 voos entre as ilhas dos Açores, devido ao vento forte que se faz sentir no arquipélago, afetando 306 passageiros, disse à Lusa fonte da empresa.

De acordo com a mesma fonte, "durante o dia de hoje, a SATA Air Açores apenas conseguiu realizar dois voos": a ligação Ponta Delgada/Horta e Horta/Ponta Delgada.

No caso das ligações com o exterior, o voo da SATA Internacional "Lisboa/Santa Maria foi efetuado", mas não foi possível fazer a ligação a Ponta Delgada e o aparelho regressou a Lisboa", adiantou ainda fonte da companhia aérea açoriana, acrescentando que os passageiros serão reacomodados esta noite, caso as condições meteorológicas permitam a realização dos voos.

O Instituto do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou sob aviso vermelho, o mais grave de uma escala de quatro, as ilhas dos grupos ocidental (Flores e Corvo) e central (Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Corvo) entre hoje e sexta-feira.

As previsões apontam para ventos fortes e agitação marítima forte, com ondas que poderão atingir 10 a 12 metros de altura e chegar, eventualmente, aos 20 a 25 metros.

Por precaução, o Governo Regional determinou o encerramento de escolas de sete das nove ilhas dos Açores, o que, segundo adiantou à Lusa uma fonte da Secretaria Regional da Educação, envolve "mais de 80 unidades e cerca de 15.100 alunos".

A mesma fonte adiantou ainda que as escolas do concelho da Povoação, na ilha de São Miguel, foram entretanto também encerradas esta tarde, por precaução, "pela proteção civil do concelho em consonância com o Serviço Regional de Proteção Civil e Direção Regional da Educação".

A Marinha, através do seu Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada), também emitiu um alerta para as condições meteorológicas "bastante adversas previstas para as próximas vinte e quatro horas na Zona Marítima dos Açores".

Assim, estão fechados todos os portos, portinhos e marinas para embarcações de comprimento inferior a 30 metros nas ilhas Terceira e Graciosa, mantendo-se o porto da Praia da Vitória aberto para abrigo dessas mesmas embarcações.

"Os portos das Lajes do Pico, das Velas e Calheta de S. Jorge, Lajes e Santa Cruz das Flores e Porto da Casa no Corvo estão igualmente fechados", assim como os portos da Madalena e S. Roque do Pico, lê-se no comunicado.

As ligações marítimas Horta/Madalena e Horta/S. Roque/Velas (que envolvem as ilhas do Faial, Pico e S. Jorge) estão canceladas durante o dia de hoje e "será efetuado um reforço da vigilância, pela Polícia Marítima, nas zonas balneares e da orla marítima, com especial incidência nas costas norte das ilhas afetadas".

O Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada) assegura ainda que está "permanentemente a acompanhar a atividade no mar".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG