1634 crianças desaparecidas no ano passado

Maiora dos casos referem-se a jovens entre os 15 e 18 anos mas há 89 casos de crianças sem rasto com menos de nove anos. Domingo é o Dia Internacional das Crianças Desaparecidas

No ano passado, foram 1117 menores que fugiram de casa dos pais. E 352 entre os 13 e 14 anos. Os dados, avançados ao DN pela Associação Portuguesa de Crianças Desaparecidas (APCD) revelam ainda que 76 casos referem-se a menores entre os dez e doze anos. No total, foram 1634 as crianças e jovens sem paradeiro conhecido no ano passado.

Para assinalar o Dia Internacional das Crianças Desaparecidas, que se celebra no domingo, a APCD lança a campanha "O mau da fita está entre nós. Mais próximo do que imagina", referindo-se ao flagelo da pedofilia. No ano passado, foram referenciados 1326 casos de abuso sexual de crianças, 49 vítimas de tráfico e 17 destes referem-se a investigações de tráfico para exploração sexual.

A campanha terá presença na televisão, imprensa e mupis e conta com o apoio de 66 câmaras municipais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG