1.521 portugueses presos no estrangeiro em 2013

O número de cidadãos portugueses presos no estrangeiro no ano passado era de 1.521, menos 973 do que em 2012, segundo dados do Relatório Anual de Segurança Interna (RASI), hoje apresentado em Lisboa.

De acordo com o documento, a maioria dos detidos estava em cadeias de Espanha, 550 casos, seguindo-se a França, com menos de metade, 215 casos.

Na lista hoje divulgada segue-se o Reino Unido, em cujas prisões estavam 190 portugueses, e depois o Brasil, com 106. Na Alemanha estavam 63 presos, no Peru 50, no Luxemburgo 49 e nos Estados Unidos 22 portugueses.

O relatório refere também que em 2013 foram expulsos 280 portugueses de vários países, mais dois do que no ano anterior.

O Canadá encabeça a lista, com 126 expulsões, seguindo-se o Reino Unido, com 78, e os Estados Unidos, com 67.

Com números muito mais baixos surge depois a França, com três casos de expulsões, depois a Rússia e a Venezuela com dois casos cada, e finalmente a Espanha e Moçambique, com um caso cada país.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG