Vasco Lourenço: "Vivo este 25 de Abril com tristeza"

O presidente da associação 25 de abril, Vasco Lourenço, disse hoje à lusa que vive o momento com tristeza pelos "ataques" aos valores da revolução, promovidos pelo atual Governo.

"Vivo este 25 de Abril com tristeza", disse o coronel Vasco Lourenço, referindo-se às circunstâncias que afastaram os militares de Abril das cerimónias oficiais no Parlamento.

"O 25 de Abril esta ameaçado, querem acabar com o 25 de abril mas, como veem, ele continua vivo nas pessoas" disse ainda Vasco Lourenço, no desfile que enche a Avenida da Liberdade em Lisboa, em direção ao Rossio.

A associação recusou participar nas comemorações oficiais por considerar que o atual Governo (PSD/CDS) está a atentar contra os valores da revolução de Abril, com as medidas de austeridade impostas.

Desde o início da manifestação que a chuva não se tem feito sentir apesar do céu nublado. Bandeiras do MFA e palavras de ordem como "o povo unido jamais será vencido" marcam mais uma vez os festejos, num ano em que o cravo vermelho custa um euro na Praça dos Restauradores.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG