Teresa Leal Coelho quer que PSD desista do referendo

Teresa Leal Coelho, a deputada do PSD que se demitiu de vice-presidente da bancada por causa do processo do referendo à adoção e coadoção de crianças por pais do mesmo sexo, disse hoje ao DN esperar que o seu partido "não insista" na proposta, chumbada ontem pelo Tribunal Constitucional.

"Penso que uma das soluções para o grupo parlamentar é deixar cair a proposta de referendo. Espero que o grupo parlamentar e a sua direção não insistam", afirmou a deputada social-democrata.

Teresa Leal Coelho disse ainda ao DN esperar que haja agora liberdade de voto na bancada caso a direção parlamentar insista num novo projeto de referendo (foi o facto de não ter existido que a levou a demitir-se de vice-presidente). "Continuo a ser contra o referendo e a defender que o processo legislativo [da coadoção] prossiga no Parlamento", reafirmou.

Falando ao DN, a deputada elogiou a posição assumida, em nome do grupo parlamentar do PSD, por Hugo Soares, considerando-a "bastante ponderada". Soares disse em tempos que a bancada reformularia a proposta de referendo se o TC a chumbasse (o que aconteceu ontem). Mas por agora promete apenas, até uma decisão final, que primeiro será feita uma leitura "cuidadosa" do acórdão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG